A alta carga tributária é o maior problema para os brasileiros e as empresas em relação à tributação, contribuindo para o aumento do contencioso tributário. Além disso, dependendo do tipo de contencioso, a empresa pode ficar impedida de fazer novos negócios. 

De acordo com um levantamento da advogada Ana Teresa Lima Rosa Lopes para a FGV, 32% do gasto total das companhias está comprometido com riscos decorrentes do contencioso tributário, representando mais de R$ 280 bilhões nas 30 maiores empresas do país apenas em 2014. Esse valor é sete vezes maior do que a soma dos processos trabalhistas e quase quatro vezes a dos processos cíveis.

Saiba como reduzir o contencioso trabalhista em sua empresa.

Diante desse contexto, além da conformidade com a legislação tributária, um bom planejamento e uma revisão das informações antes de possíveis fiscalizações garantem às organizações uma maior segurança em seus processos e um menor risco na contração de passivos tributários.

Para solucionar esse desafio, as organizações precisam realizar uma estruturada gestão tributária e de compliance.

Como reduzir o contencioso tributário?

Os departamentos jurídicos precisam agir de forma preventiva e proativa para garantir maior controle do contencioso tributário e, assim, reduzir custos e prevenir novos processos. Por meio do provisionamento, por exemplo, é possível garantir a conformidade legal e saber em quais ações judiciais há maior ou menor chance de obter sucesso.

Outro fator importante é que muitas características do contencioso incentivam a adoção de tecnologias, especialmente Big Data e Inteligência Artificial. Por meio delas, as empresas conseguem efetuar uma gestão eficiente para ter maior assertividade na classificação do risco e precisão do valor de provisionamento, além de obter informações relevantes para a tomada de decisão.

A plataforma de Inteligência Artificial Semantix AIJUS, por exemplo, fornece uma gestão automatizada de ações judiciais, avalia resultados e probabilidade de riscos em processos, além de diminuir gastos com o contencioso na área tributária ou trabalhista.

A partir da automação de dados e maior eficiência no gerenciamento de riscos, é possível aprimorar a qualidade das informações, arquivar os documentos de forma mais consistente e reduzir o tempo de processamento e o custo operacional.